Zero Hora destaca uso de técnica de irrigação israelense no RS

“Gastar 40% menos de água e 30% menos energia, além de ampliar a produtividade na irrigação de lavouras é a promessa de um sistema de irrigação desenvolvido em Israel”, informou o jornal Zero Hora em sua edição de 27 de fevereiro.

 

O método, em implantação no Rio Grande do Sul, consiste em uma rede de mangueiras enterrada no solo. A cada 50 centímetros, gotejadores liberam a água já com doses de adubo. “É economia de recursos hídricos e de adubo. A irrigação é diretamente na raiz da planta, aumentando a absorção”, explicou Rodrigo Schmitt, um dos proprietários da Analys Agricultura de Precisão, importadora da tecnologia desenvolvida pela empresa israelense Netafim.

 

O jornal mostra a aplicação do método para o plantio de feijão, na cidade de Palmeira das Missões.