Walter Feldman desarquivará projeto que legisla sobre terrorismo no Brasil

Walter Feldman desarquivará projeto que legisla sobre terrorismo no Brasil

Em pronunciamento e discurso realizados na semana passada na Câmara dos Deputados, o deputado Walter Feldman (PSDB-SP) manifestou sua tristeza pelo ataque terrorista em Toulouse, na França, e disse que irá desarquivar projeto do deputado Raul Jungmann (PPS-PE) que legisla sobre terrorismo no Brasil.

“Cabe-nos questionar novamente por que o Brasil, e esta Casa em particular, não consegue colocar de pé uma legislação que tipifique o crime de terrorismo e estabeleça as penas correspondentes”, afirmou o deputado.

“Os terríveis acontecimentos de Toulouse fazem-nos lembrar da atualidade da luta contra o antissemitismo, que em nosso tempo se confunde com a luta para conter quem deseja destruir o lar nacional judaico, o Estado de Israel. O que o atirador solitário fez em escala localizada é exatamente o que o regime dos fanáticos aiatolás iranianos pretende fazer com Israel: riscar do mapa, eliminar, aniquilar”, alertou.

Feldman, que voltou há pouco a Brasília, pretende continuar sua atuação como defensor das causas da comunidade judaica. Ele se reuniu em 19 de março com as diretorias da Conib e da Fisesp para conversar sobre como intensificar a colaboração para ações conjuntas na Câmara e em outros fóruns da política nacional.

“Walter Feldman é um parlamentar de grande qualidade e experiência, que sempre trouxe e trará ainda mais benefícios, com sua atuação política, à comunidade judaica”, opinou Claudio Lottenberg, presidente da Conib. “Nossa instituição é apartidária, e trabalhamos com uma ampla gama de lideranças políticas, de vários partidos, que compartilhem de nossos valores, como defesa da paz e da democracia, combate ao racismo e ao terrorismo e defesa do Estado de Israel”.