UFMG expulsa estudante por trote racista

UFMG expulsa estudante por trote racista

Um estudante foi expulso e outros três suspensos pelo envolvimento em trotes contra alunos da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Os atos aconteceram em 15 de março de 2013.

O Conselho Universitário decidiu pelo desligamento de Gabriel de Vasconcelos Spínola Batista e pelo afastamento, por um semestre, de Gabriel Augusto Moreira Martins, Gabriel Mendes Fajardo e Giordano Caetano da Silva.

Duas fotos do trote ganharam ampla repercussão. Em uma delas, uma caloura aparece pintada de preto e acorrentada por um veterano. Ela usava um cartaz que dizia “Caloura Xica da Silva”. Outra imagem mostra estudantes fazendo gestos em alusão ao nazismo. Um dos veteranos aparece com bigode semelhante ao usado por Adolf Hitler.

“As imagens são repulsivas e remontam a situações simbólicas de discriminação histórica, além de atentar contra as conquistas da liberdade, igualdade e diversidade garantidas juridicamente, o que não pode ser olvidado, especialmente em uma faculdade de direito”, declarou a UFMG.