Testemunho vivo sobre o Holocausto é transmitido às novas gerações, em Manaus

Testemunho vivo sobre o Holocausto é transmitido às novas gerações, em Manaus

 O escritor Ben Abraham e sua esposa, Miriam Necrycz, sobreviventes do Holocausto, proferiram na semana passada em Manaus uma série de palestras sobre suas experiências como vítimas da barbárie nazista.

No Colégio Martha Falcão, 170 alunos e professores, além de jornalistas, estiveram presentes. Os depoimentos arrancaram lágrimas da plateia em várias ocasiões. Após a palestra, os alunos fizeram fila para abraçar e beijar Ben Abraham e Dona Miriam.

No clube A Hebraica, 100 pessoas assistiram aos depoimentos. A comunidade amazonense é eminentemente sefaradita, explicou Davis Benzecry, presidente do Comitê Israelita do Amazonas (CIAM), o que não permitiu uma convivência com sobreviventes do horror nazista. Assim, a presença de Ben Abraham e sua esposa é importante também para que os judeus amazonenses conheçam em detalhes a história da barbárie.

No início da semana, 350 pessoas estiveram na Universidade Federal do Amazonas para ouvi-los. Veja vídeo desta palestra.

A ida dos palestrantes a Manaus foi organizada pelo CIAM, com o apoio da Conib.