Sobreviventes retornam a Auschwitz 70 anos após fim do horror nazista

 Cerca de 300 sobreviventes de Auschwitz, no Sul da Polônia, se reúnem nesta terça-feira (27) no local do antigo campo de extermínio nazista para marcar o 70º aniversário da sua libertação por soldados da antiga União Soviética. A cerimônia presta homenagens às cerca de 1,1 milhão de pessoas, a maioria judeus, que foram mortos ali entre 1940 e 1945. Este deve ser o último grande evento em que os sobreviventes são capazes de participar em números representativos, já que a grande maioria está em idade avançada. Chefes de Estado e veteranos de guerra do lado dos Aliados também estão presentes. Um dos pontos altos da celebração foi a colocação de uma coroa de flores próximo a uma antiga câmara de gás, onde judeus e outras minorias foram exterminados. Também foram feitas orações e a iluminação de velas em memória às vítimas do antigo campo de morte de Birkenau, que fazia parte do complexo de Auschwitz. Auschwitz-Birkenau foi libertada pelo Exército Vermelho da URSS em 27 de janeiro de 1945 (O Globo). Leia mais em: Ato lembra libertação de campo nazista (Folha de S.Paulo) Sobreviventes de Auschwitz detalham o horror vivido no campo de extermínio (Correio Braziliense)