Relatório aponta aumento da violência antissemita na França

O assassinato de quatro judeus em Toulouse e o ataque a um supermercado kosher em Sarcelles (região de Paris) foram seguidos de picos de violência antissemita, que aumentaram 58% em 2012 na França, segundo o relatório anual do Serviço de Proteção da Comunidade Judaica (SPCJ). Em 2012 foram registrados 614 atos antissemitas, contra 389 em 2011, um aumento de 58%, segundo o documento. "2012 foi um ano de violências sem precedentes contra os judeus na França, que foram alvos de dois atentados em menos de seis meses", afirma o SPCJ no relatório. "Ao invés de provocar uma tomada de consciência, os atentados de Toulouse e Sarcelles foram seguidos por um aumento muito claro dos atos antissemitas", afirma o SPCJ. (AFP). Leia mais em:

Claims Conference to compensate Nazi victims for seized East German property (WJC)