Presidente da ACIB participa do Fórum Internacional Humanitário de Baku

 O Fórum Internacional Humanitário de Baku, no Azerbaijão, é um evento bianual que reúne representantes das elites científica, cultural e política de todo o mundo para debater ampla gama de questões de interesse global.

 
A quinta edição do fórum, realizada em setembro último, teve 422 pessoas de 73 países, dentre os quais 13 laureados com prêmios Nobel, e dois representantes brasileiros: Hermano Wrobel, presidente da Associação Cultural Israelita de Brasília (ACIB), e Pedro Dallari, professor do Instituto de Relações Internacionais da USP.
 
Os temas discutidos no evento foram: diferentes modelos de multiculturalismo; a importância da preservação do capital humano em condições de migração em massa; o papel do jornalismo para assegurar o diálogo intercivilizacional; biologia molecular, biofísica, biotecnologia e as questões de formação profissional na medicina moderna.
 
Wrobel manteve contatos com diversas lideranças mundiais, entre as quais o rabino Abraham Cooper, do Centro Simon Wiesenthal, e o rabino Shneor Segal, da comunidade judaica do Azerbaijão. “Os participantes enfatizaram as consequências negativas do radicalismo religioso em alguns países, especialmente o antissemitismo e a islamofobia, repudiaram os movimentos antirreligiosos e apresentaram diversas propostas para a convivência entre diferentes culturas”, disse Wrobel.
 
Quando da apresentação sobre o evento para a comunidade judaica de Brasília, no dia 25 de outubro, Wrobel recebeu a visita do embaixador do Azerbaijão no Brasil, Elnur Sultanov, que falou sobre a milenar comunidade judaica em seu país, com cerca de 20 mil integrantes, dos quais 15 mil são os chamados "judeus da montanha". Também esteve presente o diplomata Sérgio Arruda, ex-embaixador do Brasil no Azerbaijão.
 
ACIB no combate à intolerância religiosa
 
Por iniciativa do deputado Ivonildo Antonio Lira, Vice-Presidente da Frente Parlamentar de Diversidade Religiosa Câmara Legislativa do Distrito Federal, foi sancionada em agosto último a Lei 5.690/2016, que criou o "Dia de Combate à Intolerância Religiosa do Distrito Federal". Na audiência pública em comemoração à data, foi concedido a Hermano Wrobel o I Prêmio Religare, pelos relevantes serviços prestados à sociedade no combate à intolerância religiosa.