Museu do Holocausto, em Curitiba, inicia projeto educativo

 O Museu do Holocausto, aberto em fevereiro de 2012 em Curitiba, iniciou neste mês projeto educativo destinado a professores e estudantes. 



“Elaboramos um material gráfico pedagógico especialmente para essas visitas. Inspirado em um projeto do Museu do Holocausto de Washington, porém adaptado às nossas necessidades, esse material tem como base histórias de vítimas do Holocausto, muitas delas de sobreviventes que chegaram ao Paraná”, disse o coordenador do Museu, Carlos Reiss. 



“Nosso objetivo é atender grupos variados mostrando os múltiplos aspectos do Holocausto do povo judeu durante a Segunda Guerra Mundial, incluindo lições históricas, como a luta contra a intolerância, o racismo e a discriminação”, acrescentou.



Jovens da comunidade judaica local passam por capacitação para atuarem como guias. “Nossa intenção é ampliar o interesse dos estudantes, colocando jovens para falar com jovens. Acreditamos que isso aproxima ainda mais os alunos do tema e facilita o aprendizado”, explicou Reiss.



As visitas guiadas podem ser feitas em grupos de até 35 pessoas. A idade mínima para participar é de 12 anos. Os meses de abril e maio não possuem mais datas disponíveis. As instituições de ensino interessadas poderão agendar as visitas via www.museudoholocausto.org.br ou             (41) 3093-7462      / 3093-7461.



Idealizado pela Associação Casa de Cultura Beit Yaacov, presidida por Miguel Krigsner, com apoio da comunidade judaica, o Museu do Holocausto de Curitiba é o único do gênero no Brasil.