Museu apresenta projeto para aproximar comunidades judaicas

Museu apresenta projeto para aproximar comunidades judaicas

 O Ministério da Diáspora estabeleceu uma data nacional para analisar as relações entre Israel e as comunidades judaicas mundiais. Representantes do Beit Hatfutsot, o Museu do Povo Judeu e uma das principais instituições educacionais e culturais, foram ao Knesset (Parlamento) para expor o projeto "The Jewish Lens", um dos principais programas internacionais do museu. A apresentação foi considerada inovadora e importante para um maior entrosamento das comunidades judaicas.

 
Duas comissões parlamentares foram formadas para avaliar as iniciativas e buscar um maior fortalecimento nas relações com as comunidades globais, ao mesmo tempo em que se exploram novas metas para futuras colaborações.
 
Racheli Kaplan, diretor de parcerias comunitárias do Beit Hatfutsot, disse que o museu foi encarregado pelo Knesset de centralizar as relações com as comunidades judaicas, desenvolvendo programas comunitários e buscando um maior entrosamento entre organizações e instituições. As comunidades são bem-vindas ao Museu e encorajadas a compartilhar os conhecimentos e os recursos de Beit Hatfutsot, visando o desenvolvimento de parcerias significativas, disse Kaplan.
 
O Comitê de Assuntos de Aliá, Absorção e Diáspora participou de reunião em que Nachman Shai, do partido União Sionista, destacou o importante papel e responsabilidade do governo israelense para o fortalecimento dos laços de Israel com os judeus no mundo.
 
 
 
Leia mais.