Mostra sobre o Holocausto receberá milhares de alunos da rede pública de SP

Mostra sobre o Holocausto receberá milhares de alunos da rede pública de SP

 A exposição “Tão somente crianças: infâncias roubadas no Holocausto”, organizada pelo Museu do Holocausto de Curitiba e pela entidade feminina WIZO, será inaugurada no dia 11 de março em São Paulo. Uma parceria foi estabelecida com a Secretaria de Estado da Educação de São Paulo, que incluiu o evento no calendário escolar   de 2014. Já está agendada a visita de mais de 3.600 estudantes, com a presença diária de quatro escolas.

 
A exposição segue os princípios pedagógicos do museu, resgatando histórias pessoais e promovendo a luta contra qualquer forma de discriminação e ódio. As ações educativas terão horários especiais: visitas monitoradas para as escolas da rede pública serão de 2ª a 6ª feira,  nos seguintes horários: das 9 às 10h30 e das 10h30 às 12h00; das 14h00 às 15h30 e das 15h30 às 17h00; das 20h00 às 21h30 (duas noites por semana). Para agendamento – também de escolas particulares -, contatar (11) 3257-0100, com Helena.
 
Os visitantes terão acesso a depoimentos em vídeo e a um acervo especial de peças, como documentos de nacionalidade, cartões postais enviados dos campos de concentração, cartas de familiares, lenços, livros de rezas, cadernetas de anotações, livro de registro de refugiados, bilhetes, entre outros.
 
O presidente da Associação Casa da Cultura Beit Yaacov, idealizador da exposição e do primeiro Museu do Holocausto no Brasil, Miguel Krigsner, comenta: “A violência contra as crianças ao redor do mundo não pode mais ser admitida, e a proposta desta exposição é promover a reflexão do que pode ser feito para combatê-la e também para evitar que genocídios como o Holocausto voltem a acontecer. Destacando as crianças, discutimos qual sociedade estamos dispostos a proporcionar a elas".
 
A mostra estará em cartaz até 10 de abril, diariamente (incluindo finais de semana), das 9h30 às 17h, no Espaço Belvedere do Stand do Jardim das Perdizes, Avenida Marques de São Vicente x Avenida Nicolas Boer (Esq. Viaduto Pompeia), em São Paulo. O evento tem o apoio de Conib, Fisesp, Consulado Geral de Israel em São Paulo e Embaixada de Israel.
 
Em 2013, a exposição esteve no Senado Nacional, em Brasília, onde foi vista por cerca de 20 mil pessoas, e no Rio de Janeiro, no Centro Cultural Light.