Merkel exige ‘consequências’ para o Hezbollah por atentado

A chanceler alemã, Angela Merkel, exigiu “conseqüências” para o Hezbollah pelo envolvimento do grupo no atentado que matou seis turistas israelenses no ano passado em Burgas. “Se confirmado o envolvimento do Hezbollah (na ação), o grupo deve enfrentar as consequências, porque esse foi um ato contra o Estado de Israel e seus cidadãos”, disse o porta-voz da chanceler, Steffen Seibert. O ministro búlgaro do Interior, Tsvetan Tsvetanov, disse que as forças de segurança de seu país têm “razões bem fundamentadas” para acreditar que os suspeitos detidos fazem parte do braço armado do Hezbollah. A União Europeia está estudando a inclusão do Hezbollah na lista de grupos terroristas (EFE/Aurora).Leia mais em:

UE leaders to discuss Hezbollah at summit meeting (JPost)

Irã nega envolvimento em ataque a ônibus que matou 6 na Bulgária (Reuters)