Livro ‘Os Doze Pontos de Berlim’ orienta o diálogo entre cristãos e judeus

Livro ‘Os Doze Pontos de Berlim’ orienta o diálogo entre cristãos e judeus

 O livro “Os Doze Pontos de Berlim e a História da Transformação de um Relacionamento” traz orientações práticas para cristãos, judeus e para as duas comunidades em conjunto, em busca do diálogo. 

O documento, produzido pelo International Council of Christians and Jews (ICCJ), foi aprovado em 2009, em Berlim, Alemanha, e publicado em português em 2011. Fundado em 1947 como reação ao Holocausto, o ICCJ abriga 38 organizações pelo diálogo católico-judaico localizadas em 32 países, entre as quais o Conselho de Fraternidade Cristão-Judaica, no Brasil. Mais recentemente, muçulmanos têm também participado dos eventos da entidade.

Em 1947, 65 judeus e cristãos de 19 países se reuniram na Suíça, para expressar sua consternação pelo Holocausto, sua determinação de lutar contra o antissemitismo e o desejo de fortalecer o relacionamento entre judeus e cristãos. Eles redigiram um documento com Dez Pontos solicitando às igrejas cristãs que modificassem seus conceitos sobre o judaísmo.

Os Doze Pontos redigidos em 2009 refletem a necessidade de atualizar o documento anterior, levando em conta os avanços do diálogo inter-religioso que vêm ocorrendo desde 1947. Leia no site da Conib sobre as proposições do novo texto às comunidades judaicas e cristãs.