Irã promete vingança contra Israel pelo assassinato de general na Síria

O Irã condenou o assassinato do general dos Guardiões da Revolução, Hassan Shateri, na terça-feira na Síria, e prometeu vingar-se de Israel, a quem as autoridades de Teerã responsabilizam pela morte. Em ato em Teerã em memória do general iraniano morto, Ali Shirazi, assessor do líder supremo, aiatolá Ali Khamenei, disse que "os inimigos devem saber que nos vingaremos em breve de Israel pelo martírio de Hassan Shateri". "Os sionistas [israelenses] acham que podem matar essa esperança, que podem extinguir a luz com assassinatos, mas esse fato não só não extingue a luz como acende muitas outras e encoraja o Irã a entrar com mais força nesse caminho", advertiu Shiraz (EFE). Leia maisem:

Hezbollah amenaza las centrales eléctricas de Israel (Aurora)