Irã instalou centrífugas modernas em Natanz, diz relatório da AIEA

O Irã começou a instalar centrífugas mais avançadas na usina de Natanz, a principal de enriquecimento de urânio do país, informou ontem a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA). A iniciativa irritou as potências mundiais antes da retomada das conversações com Teerã, na próxima semana. Em relatório confidencial, a agência da ONU disse que 180 centrífugas do modelo IR-2 foram levadas para Natanz, mas ainda não tinham sido colocadas em funcionamento. Essas máquinas podem dar ao Irã a capacidade de acelerar a produção de urânio, que o Ocidente teme ser usado na construção de uma arma nucelar. O Irã assegura que seu programa nuclear tem fins pacíficos e está enriquecendo urânio somente para produzir energia. Os EUA consideraram uma "provocação" a instalação de centrífugas mais modernas. "A instalação constituiria nova escalada e violação contínua das obrigações do Irã, conforme as resoluções do Conselho de Segurança da ONU e da AIEA", disse a porta-voz do Departamento de Estado, Victoria Nuland (O Estado de S.Paulo). Leia mais em:

Irã instala novas centrífugas para acelerar atividade nuclear (Reuters)