Hezbollah e Irã movem ‘campanha global de terror’, diz premiê de Israel

O premiê de Israel, Benjamin Netanyahu, disse que o grupo libanês Hezbollah e o governo do Irã estão fazendo uma "campanha global de terror" contra seu país. A declaração foi feita após a divulgação de relatório que ligou o Hezbollah a um ataque a um ônibus com turistas israelenses na Bulgária, ocorrido no ano passado. O relatório é "comprovação adicional do que já sabíamos, de que o Hezbollah e seu chefe, o Irã, estão movendo uma campanha global de terror através de fronteiras e continentes", disse. "O ataque em Burgas foi um ataque em solo europeu contra um membro da União Europeia", disse. "Esperamos que os europeus tirem as conclusões necessárias sobre o real caráter do Hezbollah", disse. O relatório, divulgado pouco antes, responsabiliza o grupo xiita pelo atentado próximo ao aeroporto de Burgas, que deixou seis mortos e 30 feridos (G1). Leia mais em:

EUA pedem que Europa aja contra ameaça do Hezbollah (AFP)

Bulgarian Announcement on Hizballah’s Role in Burgas Attack (U.S.Department of State)

Netanyahu vows to change electoral system (JPost)