EUA apertam cerco ao Irã na exportação de petróleo

Uma nova rodada de sanções americanas contra o Irã entrou em vigor ontem com o intuito de impedir que Teerã arrecade dólares e euros graças às exportações de petróleo. A iniciativa é parte de uma onda de punições extremas adotadas por EUA e União Europeia (UE) a partir de 2011 para pressionar o governo iraniano a suspender seu programa nuclear, suspeito de ter fins militares, o que Teerã nega. A partir de agora, qualquer país que quiser continuar comprando petróleo iraniano deverá fazê-lo sob condições impostas pela Casa Branca para não ser banido de fazer negócios nos EUA (Por Samy Adghirni, Folha de S.Paulo). Leia mais em:

Iran’s Supreme Leader Rejects Direct Talks With U.S. (AP/NYT)

Líder supremo iraniano rejeita diálogo sobre programa nuclear com os EUA (AFP)

Líder supremo do Irã rejeita diálogo de programa nuclear com os EUA (O Globo)