Diretor do AJC e Fisesp debatem com Patriota posição do Brasil no O. Médio

Diretor do AJC e Fisesp debatem com Patriota posição do Brasil no O. Médio

Em encontro realizado na semana passada em Brasília, o diretor-executivo do American Jewish Committee (AJC), David Harris, e o presidente da Federação Israelita do Estado de São Paulo (Fisesp), Mario Fleck, debateram com o chanceler Antonio Patriota as perspectivas de posicionamento do Brasil no conflito do Oriente Médio.

Segundo Fleck, “foram também tratados temas de interesse nacional, envolvendo a Conib na avaliação de estratégias de atuação política”. Patriota afirmou que o Brasil pretende assumir um papel nos bastidores na diplomacia relacionada ao Oriente Médio, por avaliar que este é o caminho mais eficiente e que o status quo é arriscado para a paz mundial.

Patriota foi convidado a proferir palestra no Fórum Global do AJC, em Washington, em maio próximo.

Na capital federal, Harris também encontrou o senador Fernando Collor e os embaixadores de Israel e dos Estados Unidos.

Em São Paulo, Harris deu uma aula de diplomacia internacional para os alunos do ensino médio da escola Beit Yaacov e se reuniu com as diretorias da Conib, da Fisesp e da Fierj. A comitiva da entidade americana também se reuniu com jornalistas do Estado de S. Paulo, Folha de S. Paulo, Valor Econômico e UOL, que estiveram em Israel em 2011 a convite do ProjectInterchange e da Fisesp.

O AJC foi fundado em 1906 para ajudar judeus russos perseguidos pelo império czarista. Com forte atuação política, busca combater o antissemitismo, promover valores democráticos e fortalecer a vida judaica. Apoia Israel na busca por paz e segurança.

O Instituto Latino e Latino-Americano do AJC foi fundado em 2005. Procura reforçar os laços entre judeus e latinos nos EUA e entre os EUA, as nações latino-americanas e Israel. Mario Fleck é membro do conselho deliberativo deste instituto.