Diásporas árabe e judaica podem ensinar caminho da paz, diz Terpins a Abbas

Diásporas árabe e judaica podem ensinar caminho da paz, diz Terpins a Abbas

 Os presidentes do Congresso Mundial Judaico (WJC), Ronald S. Lauder, e do Congresso Judaico Americano (CJL), Jack Terpins, reuniram-se neste domingo, 15 de janeiro, em Londres com o presidente da Autoridade Nacional Palestina , Mahmoud Abbas. 

Os líderes judeus salientaram a necessidade urgente de se alcançar uma solução permanente para o conflito no Oriente Médio e destacaram o papel que as comunidades judaicas e palestinas na diáspora podem desempenhar neste contexto. "Alcançar a paz faz parte do anseio judeu, e eu estou convencido de que uma maior cooperação entre as comunidades judaica e palestina em todo o mundo pode ajudar a construir o futuro de paz desejado por nossos povos", disse o presidente do WJC.

Jack Terpins relatou a Abbas sobre a experiência positiva na América Latina, onde a convivência entre as comunidades judaica e árabe é harmoniosa. Terpins disse que este modelo deve ser replicado em todos os lugares.

"A paz não pode ser declarada unilateralmente, como a guerra, mas deve ser obtida por meio de acordo entre as partes. Judeus e palestinos devem trabalhar juntos para alcançar um melhor entendimento", disse Terpins.

O presidente do CJL disse à colunista Sonia Racy, de O Estado de S. Paulo, que Abbas pretende vir novamente ao Brasil – ele esteve aqui em 2005, 2009 e na posse de Dilma Rousseff – e tem intenção de encontrar as comunidades árabe e judaica.