Consulado de Israel leva à Catedral da Sé mostra “Os papas em Israel”

Consulado de Israel leva à Catedral da Sé mostra “Os papas em Israel”

A Catedral da Sé, em São Paulo, abrigará de 22 de dezembro de 19 de janeiro a mostra “Os papas em Israel, a Terra Santa”, uma iniciativa do Consulado Geral de Israel em São Paulo e da Catedral Metropolitana de São Paulo.

Na abertura, dia 22, às 10 horas, estarão presentes o cônsul-geral de Israel, Yoel Barnea, e o cardeal arcebispo de São Paulo, dom Odilo Scherer. O evento tem o apoio da Embaixada de Israel, da Arquidiocese de São Paulo, do Centro de Cultura Judaica e da Cátedra de Cultura Judaica da PUC-SP.

Os visitantes poderão conferir as imagens dos papas Paulo VI, João Paulo II e Bento XVI em visita a locais sagrados para cristãos, judeus e muçulmanos, em Israel.

Em 1964, o papa Paulo VI foi a Israel, em visita não oficial, em um período em que o Vaticano e o Estado judeu não mantinham relações diplomáticas – o que só veio a ocorrer em 1993, no papado de João Paulo II.

O papa polonês visitou Israel no ano 2000, em um grande passo para o fortalecimento do diálogo católico-judaico. Ele foi ao Muro das Lamentações e ao Yad VaShem, Museu do Holocausto, em Jerusalém. Foi a primeira vez que um papa visitou os dois locais, de importância central para o judaísmo.

Bento XVI, em 2009, também visitou o Muro e o Yad VaShem. Ele visitou ainda o campo de extermínio de Auschwitz. Após sua renúncia, em fevereiro deste ano, foi saudado em Israel como um amigo que ajudou a promover o diálogo e a coexistência.

Em 2013, a mostra esteve em Brasília e duas vezes no Rio de Janeiro: na Estação Central do Brasil, durante a visita do papa Francisco, e mais recentemente, na base do Cristo Redentor.