Conib lamenta voto do Brasil na Unesco

 A Conib (Confederação Israelita do Brasil) lamenta que mais uma vez o governo brasileiro tenha votado a favor de uma resolução na Unesco de claro viés anti-israelense. A resolução é mais uma tentativa lastimável e persecutória dos países patrocinadores da resolução e da Unesco de tentar negar os inquebrantáveis laços do povo judeu com Jerusalém.

 
Conhecemos a infeliz tradição dos votos brasileiros anti-Israel na ONU nos anos recentes, mas não conseguimos compreender quando o Brasil se alinha a ditaduras e vota em desacordo com nossos vizinhos latino-americanos, aprovando posições tão equivocadas como a adotada hoje, em pleno Dia da Independência de Israel. 
 
Esse voto não representa os princípios da nação brasileira e ofende a memória de Osvaldo Aranha e dos heróis do Itamaraty que, arriscando suas carreiras, combateram o Holocausto. É uma página triste de nossa história.