Comunidade judaica venezuelana repudia visita de Ahmadinejad ao país

Leia abaixo comunicado da Confederação de Associações Israelitas da Venezuela (CAIV) contra a visita de Ahmadinejad à Venezuela:
 
“A Confederação de Associações Israelitas da Venezuela (CAIV), em nome da comunidade judaica venezuelana, faz pública sua rejeição contra a anunciada visita do presidente do Irã. 
 
Mahmoud Ahmadinejad não só nega continuamente o Holocausto perpetrado pelos nazistas contra o povo judeu como também defende abertamente a destruição do Estado de Israel, para “varrê-lo do mapa”.
 
Sabe-se que o regime liderado pelo presidente Ahmadinejad encobre pessoas procuradas pela Argentina e pela Interpol por estarem vinculadas ao atentado contra a Associação Mutual Israelita Argentina (AMIA) em Buenos Aires, em 1994, que não só foi um ato criminoso e sanguinário contra os judeus, mas contra todo o povo argentino. 
 
Os valores e a tradição democrática do povo venezuelano através da história são absolutamente diferentes e distantes das condutas demonstradas pelo regime iraniano, também questionado pela violação permanente dos direitos humanos.
 
Sem menosprezar o direito do Governo Nacional de estabelecer as diretrizes das relações internacionais e selecionar os seus aliados, no entanto, como judeus venezuelanos manifestamos nossa preocupação e desagrado pela presença de Ahmadinejad em nosso nobre país”.