Com foco no combate à intolerância, Fisemg homenageia vítimas da Shoá

Com foco no combate à intolerância, Fisemg homenageia vítimas da Shoá

 A Federação Israelita do Estado de Minas Gerais (Fisemg) realizou em 23 de abril cerimônia em homenagem às vítimas do Holocausto, na sede da União Israelita de Belo Horizonte.



O presidente da entidade, Marcos Brafman, ressaltou a importância do ensino sobre o Holocausto como meio de promover, desde cedo, a garantia da liberdade e dos direitos humanos.



O combate à intolerância é uma das linhas mestras de atuação da Conib. Convidada pela Fisemg, Sofia Débora Levy, estudiosa e pesquisadora do Holocausto e representante da Conib no Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial (CNPIR) ministrou palestra com o tema "Os judeus e os afrodescendentes: o direito à cidadania".



Um protesto contra o presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad, que nega o Holocausto e ameaça destruir o Estado de Israel, foi feito pela vereadora Maria Lúcia Scarpelli (PC do B).



Michael Stivelman, sobrevivente do Holocausto, autografou seu livro "A Marcha da Morte". Recentemente, ele falou a 250 alunos e professores do Colégio Santo Antônio. A Fisemg tem por tradição levar sobreviventes do Holocausto às escolas da capital mineira. Stivelman também falou aos alunos da escola judaica Theodor Herzl.