Charge traz reflexão, mas banaliza o mal, dizem líderes judeus, na Folha

 Em carta publicada no dia 10 de maio pelo jornal Folha de S. Paulo, a Confederação Israelita do Brasil e a Federação Israelita do Estado de São Paulo abordam charge do cartunista Angeli sobre a questão da maioridade penal, publicada em 9 de maio pelo diário paulistano.

Leia abaixo a íntegra da carta:

“A charge do cartunista Angeli nos leva a uma reflexão importante sobre a maioridade penal e a educação dada aos jovens no Brasil. 

No entanto, lamentamos profundamente a utilização da figura tenebrosa de Adolf Hitler, que foi responsável pela morte de mais de 50 milhões de pessoas, entre as quais 6 milhões de judeus massacrados em escala industrial e enviados a campos de concentração e fornos crematórios. 

Não podemos e não devemos banalizar o mal. Repudiamos o uso indiscriminado e irresponsável de imagens que remetam a um período tão dramático da história contemporânea”.