CBF repudia pedido palestino para excluir Israel da FIFA

Eduardo Wurzmann, secretário-geral da Conib, e Avi Gelberg, presidente da Hebraica-SP, reuniram-se semana passada com Marco Polo del Nero, presidente da CBF, para tratar da campanha que pede à FIFA a exclusão de Israel. “A CBF compreende que o futebol promove a paz e não a discórdia e não deve ser utilizado para fins políticos”, afirmou del Nero. O pedido palestino está na agenda no Congresso da FIFA, em 29 de maio. O presidente da entidade, Joseph Blatter, declarou publicamente que é contra a ideia de suspender Israel. Blatter se encontrou no último domingo com os presidentes das federações israelense e palestina. De acordo com a FIFA, ambas aceitaram continuar o diálogo. Os palestinos pedem mais liberdade de movimento para seus jogadores. Blatter encontrou também Netanyahu e Abbas. Também esteve presente na reunião o secretário-geral da CBF, Walter Feldman.