Campanha combate de forma bem-humorada estereótipos judaicos

Campanha combate de forma bem-humorada estereótipos judaicos

 O projeto Israel na Web, de combate ao antissemitismo e antissionismo na internet, está lançando uma campanha online intitulada "Sim, eu sou judeu". Ela é composta por diversas camisetas virtuais com mensagens que abordam alguns dos estereótipos mais difundidos sobre os judeus. O objetivo é que os judeus escolham suas camisetas preferidas e as compartilhem com seus amigos não-judeus nas redes sociais.

"O estereótipo é a primeira etapa de um ciclo que depois segue rumo ao preconceito, à discriminação e, finalmente, à perseguição", justifica o jornalista Renato Aizenman, coordenador do projeto Israel na Web, que tem apoio da Conib.

Lançadas dia 9 de fevereiro na página do projeto no Facebook, as camisetas virtuais da campanha já foram compartilhadas milhares de vezes. Um dos que aprovaram a campanha é Aleksander Laks, autor de "O Sobrevivente – Memórias de um brasileiro que escapou de Auschwitz".

"As frases escritas nestas camisetas mostram a crença popular sobre os judeus", comentou Laks. "Faço palestras em escolas, universidades e igrejas sobre minha vida. Sempre começo explicando o que é um judeu (na visão dos não-judeus). Aí digo exatamente as frases que estão nestas camisetas."