Federação Israelita do Paraná

A verdade não se torna mais verdadeira porque todo mundo concorda com ela, nem menos verdadeira mesmo que o mundo inteiro discorde dela. More Nevuchim II 15 Maimônides
Skip Navigation LinksHome > Judaísmo > História Judaica > Personalidades
*parte do conteúdo
desta aba é uma tradução
livre de chabad.org



Personalidades

 

Chaim Weizmann (1874 - 1952) foi um líder Sionista, presidente da Organização Sionista e o primeiro presidente do Estado de Israel. Weizmann era químico de profissão e foi o fundador do Instituto Weizmann de Ciência em Rehovot, Israel.
Weizmann lecionou em diversas universidades europeias, dentre as quais, a Universidade de Genebra e a Universidade de Manchester. Ele é considerado o pai da fermentação industrial, além de outros trabalhos na área química.




David Ben-Gurion (1886 - 1973) foi o primeiro Primeiro Ministro de Israel. Ben Gurion teve papel fundamental na fundação do moderno Estado de Israel. Após liderar o país na vitória da Guerra da Independência (1948) travada contra os países árabes, Ben Gurion ajudou na consolidação das instituições nacionais e supervisionou o processo de absorção de milhares de judeus de diversas partes do mundo.
Em 14 de maio de 1948, no último dia do Mandato Britânico, David Ben-Gurion declarou a independência do Estado de Israel. Na declaração, ele afirmou que a nova nação iria "defender a plena igualdade social e política de todos os cidadãos, sem distinção de religião, raça ou sexo."
Ben-Gurion foi um grande visionário para as questões hídircas em Israel e entendia que o povo judeu poderia contribuir para mitigar os efeitos da falta de água no mundo. Ele foi um dos pioneiros nos esforços de povoar e fazer florecer o deserto do Negev, ao sul de Israel, onde fixou residência nos derradeiros momentos de sua vida.


 

 

Menachem Mendel Schneerson (1902 - 1994) também conhecido como O Rebe, é o Sétimo Rebe do movimento Chabad Lubavitch. - Em construção.

 

 

Osvaldo Aranha (1894 - 1960) foi um político e diplomata brasileiro. Durante a Segunda Guerra Mundial, Aranha teve papel fundamental na aproximação com os Estados Unidos, combatendo politicamente aqueles que eram favoráveis a uma aliança com a Alemanha nazista e os demais países do Eixo. Em 1947, Osvaldo Aranha chefiou a delegação brasileira na recém-criada Organização das Nações Unidas. Na ONU, Aranha presidiu a II Assembleia Geral que votou o Plano da ONU para a partição da Palestina de 1947, que culminou na criação do moderno Estado de Israel. Por essa sua atuação, Osvaldo Aranha foi homenageado emprestando seu nome a uma rua em Tel Aviv, Israel.




Theodor Herzl (1860 - 1904) foi um jornalista Austro-Húngaro e pai do Sionismo político moderno. Nascido em Praga, Herzl era de uma família judia assimilada originária de Belgrado, Sérvia. Ele era o segundo filho de Janette e Jakob Herzl.
Em 1895, Herzl escreveu O Estado Judeu, um livreto inicialmente publicado na Alemanha e na Áustria. Em seu livro, Theodor Herzl preconizou a visão da criação de um estado judeu como solução para a perseguição aos judeus na Europa.
Herzl levou adiante sua ideologia por meio de diversas ações diplomáticas na Europa, inclusive com a criação do Congresso Sionista.
No entanto, Herzl não viveu para ver a concretização de seu sonho. Faleceu no dia 3 de Julho de 1904, na Áustria. Em 1948, seus restos mortais foram transportados de Viena para o Monte Herzl, em Jerusalém.